2007-07-01

lavar a alma...

o som da cachoeira
guia-me a lavar a alma
nas pedras vivas...
...renasço
da espuma branca
para novas cores

Etiquetas:

3 Comentários:

Blogger Kanoff escreveu...

Modula o rouxinol violino alado
as notas musicais da serenata
trovas de oiro e de rosas carmim
na alvura doce do luar coalhado…
Cantam em coro cigarras à desgarrada...
Fura o ralo o fino ar...negro cetim...
na estridência fina de um flautim
pelo trombone do sapo acompanhada...
Das profundezas místicas da mata
cai de uma fonte um harpejar sem fim…
Murmura ao longe a negra ramaria…
Das pedrinhas do rio são arrancadas
notas líquidas verde desmaiadas…
Soa em surdina, o vento em correria…

2/7/07 20:43  
Blogger Vieira Calado escreveu...

Interessantes minimalismos e belas fotos

2/7/07 21:28  
Blogger ponto azul escreveu...

Eu adorava lavar a minha alma nesta água cristalina...gostei!Bjs :-)

5/7/07 17:03  

Enviar um comentário

<< Home

Who Links Here