2008-07-15

vala

*

não há lâmina para um corte tão fundo
nem prédio tão alto, nem ponte nem salto
se eu não tenho peso, se eu não peso nada
se me tomam de assalto
se eu não valho nem somo,
se eu só tomo valium
so far, sou fardo,
falso fim-da-estrada
e mais dia, menos dia
vou me desaparecer
fardada.

*

cantodothiago@hotmail.com
http://poemasdoabismo.blogspot.com/

*

3 Comentários:

Blogger Adriana Costa escreveu...

Muito bom! @>--

16/7/08 17:58  
Blogger Cadinho RoCo escreveu...

É tudo tão relativo!
Cadinho RoCo

21/7/08 01:17  
Blogger Paradoxos escreveu...

profundamente sugestivo!!

abraços

22/7/08 10:17  

Enviar um comentário

<< Home

Who Links Here